Página Principal

___________________________________________________________________________

Desejo-lhe um 2018 cheio de paixão, criatividade e abundância. Que a magia da vida surpreenda e preencha você. Um 2018 cheio de projetos e sonhos que fazem do mundo um lugar melhor, um lugar de luz, paz e amor. Bençãos para todos.
Roberto Cordero

___________________________________________________________________________

Mistério no Zoo

Esta manhã os animais do zoológico acordaram mais desenfreada do que nunca. O zoológico foi em completo silêncio. Ninguém podia acreditar, desde Filippo, que o papagaio falante, com sua tagarelice estridente e agudo, é responsável por acordar todo mundo. Noite e dia de manhã nunca para de falar. Até quando ele sonha, ele trepida dormindo.

-Bom dia, bom dia, bom dia, é hora de acordar – pruuu, pruuuu, gritou, repetindo a mesma frase várias vezes.

Outros animais estão cansados de ter que ouvi-la várias vezes como se fosse um despertador para tocar sua campainha. Tanto é assim que alguns já ameaçaram. Mas Filippo continua a ser o primeiro a se levantar e acordar os outros hoje que desapareceu misteriosamente. Os animais começaram a fazer todos os tipos de comentários sem nenhuma prova.

-A mi me parece como leão Timoteo – ele já disse que um dia, ele ia comer – dito Arara de Paulina.

-Não ido em busca de amendoim para o elefante Benito da gaiola e involuntariamente ele sentou e esmagou?-perguntou o papagaio de Ramona.

-Mmmm, eu sei… macacos loucos raptou-o.

Aqueles que procuram sempre se metendo em confusão-ele disse Palucho Peacock.

-Por que não para de inventar possíveis culpados ou situações e procurar alguém que resolver este caso. Depois da discussão um tempo, decidiu que a coruja de Brujin, melhor era capaz de resolver este mistério. Foi muito, muito, inteligente, esperto, astuto e nada melhor do que outro pássaro a fazê-lo. Para encontrar um pássaro deve pensar como um pássaro. Quando estávamos em busca de Brujin a coruja esta incomoda muito.

-Brujin coruja, coruja Brujin, acorda, algo sério aconteceu.

-Por que acordar a esta hora da manhã? Espero que é algo muito sério – respondeu com muita raiva.

-Tem sido cometido um crime.

-Isso! -Você respondeu com muito espanto.

-Fillippo ido!. Esta manhã amanheceu o zoológico em paz e silêncio. -O que é uma coisa rara!. Mas… para que eu acorde?

-É que nós pensamos que poderia resolver o enigma e encontrar o culpado de seu desaparecimento. Você fará isso?

-Okey, okey. A primeira coisa que faço é descartar possíveis autores. Ver deixe-me pensar… As tartarugas são muito lentas e nunca tenham problemas com ninguém. Claro que não eram. Cobras e aranhas são tão, mas tão, mas tão guardadas e fechadas que não eram. Os ursos são invernada e enquanto eles acordá-los nem estavam lá. O elefante, girafa e hipopótamo parecem não ter sido. As hienas-los Sim, gosta de fazer piadas e pode ser culpados. O leão tinha ameaçou várias vezes já, o é também suspeito. Você poderia começar a procurar pistas na gaiola e seus arredores. Que vou fazer!. Eu sei! Vou procurar por pistas e fazer algumas investigações que levam-me a descobrir que foi o que aconteceu com Filippo. Brujin rapidamente voou para a gaiola do papagaio e começou a observar. Ver… vamos ver quantas penas soltas!, parece que ele tinha resistido. Olhei cuidadosamente e saiu em busca de respostas

-Senhoras Olá – cumprimentou Brujin Olá jiji ji ji. Como está? JI, ji, ji, ji, que gostaria de contar uma piada que está a morrer de riso? JI, ji, ji, ji – disse uma das hienas.

-Pode me dizer onde você estava ontem à noite?

-Nós estávamos aqui até tarde, contando piadas e rindo sem parar. -O que eles sabem do desaparecimento de Filippo?

-Nada de mais. Não temos nada a ver.

-É não outra piada para aqueles que estão acostumados a fazer-nos? Não? -Não, ji, ji, ji. Desta vez não somos culpado ji, ji, ji. Talvez fossem aqueles macaco louco ji, ji, ji. Eles querem nos culpar todos os JI, ji, ji, ji.

-Obrigado vai continuar investigando. Eu podia ver que a informação tem macacos. Embora o primeiro eu por Timothy gaiola eu quero ouvir sua versão.

-Bom dia, Timothy.

-Bom dia Brujin. o que te traz aqui?. Não acha que eu fiz algo com esse pássaro irritante?.

-Simplesmente, eu queria perguntar se você sabe alguma coisa do seu desaparecimento.

-Realmente não. Eu estava que ameaçá-la várias vezes, mas foi para ver se era um pouco em silêncio. Nunca doeu.

-Por que eu deveria acreditar em você?

-Porque já você salvar a vida uma vez. Lembre-se, quando esses gatos vadios quis comer?.

-É verdade. Obrigado vai continuar investigando. Os macacos também lhe disseram que eles não estavam. Que sempre culpa usou a todos eles e eram essas hienas irritantes. Ele então decidiu voltar para a gaiola para ver o que mais poderiam ser encontrado. Deu conta de que não tinha comido a sua ração de sementes. Ele fez algumas perguntas para o resto das aves, mas não obtendo quaisquer pistas que ajudará a resolver o mistério. Ela voou para pensar sobre todas as possibilidades, até que ele lembrou de alguma coisa que ele tinha visto fora da gaiola e a importância que tinha removido. Foi ditado gaiola por gaiola senhores como eu resolvi o mistério. Manter a calma em um ou dias retornará. Fora da gaiola foi puxada a seringa. Tenho certeza que ele caiu para o veterinário. Filippo deve ser em enfermagem. E assim foi. Dois dias mais tarde Filippo foi agitar o zoológico novamente.

-Bom dia!, bom dia!, bom dia!, está na hora de acordar!, pruuu, pruuuu.

___________________________________________________________________________

Viagem mágica

Adormeça esperando
A lua aparece
Adormeça sonhando
Comece a viver

Um mundo criado
Por mágicos e fadas
Um mundo pregado
Após picos nevados

Cantando, dançando
Você anda por suas ruas
Você está gostando
Este lindo vale

Cem mil borboletas
Em cores brilhantes
Eles parecem muito vistosos
Destaque flores

Chocolate tudo é
Ruas, árvores e praças
Coma todos os podes
Você já testou as casas?

Alegria e loucura
Reina este vale encantado
Aqui estão os sonhos
Tudo é tão louco

Aproveite o resto desta viagem
Bem, amanhã virá em breve
Eu trouxe você aqui
Vou esperar por você junto à sua cama.

___________________________________________________________________________

Diversidade

Rut the slug, aproveite uma caminhada pela floresta. Observe tudo com cuidado.
Chama sua atenção, as gramas grandes e altas, os cogumelos multicoloridos gigantes e os trevos frondosos que oferecem gentilmente a sua sombra.
Os fracos raios do sol, aquecem o ar e amolecem esta linda manhã de outono.
Ela está muito cansada, suas saídas são noturnas, não é muito comum estar na superfície ao dia. Eu queria viajar e conhecer o mundo de outra perspectiva, à noite tudo parece muito diferente.
Ele pausa na estrada e bebe uma gota de orvalho pura e refrescante. É tão fresco e reconfortante que você desfruta de todos os últimos sorvetes.
Muitas nuvens tocam no local, cortam um para o outro, o céu está tomando diferentes formas e cores. Quando dois dos mais pequenos entraram em colisão, um deles começou a chorar e suas lágrimas se transformaram em chuva. Com as primeiras gotas, Ruth experimentou uma sensação nova e única, sentiu-se livre.
Não muito longe, Bret o caracol viu a chuva cair, amontoada pela segurança da sua concha. Bret sentiu-se afortunado de ter uma casa onde ele poderia se refugiar do calor e do frio, um lugar onde ele poderia ter certeza.
Pouco depois e uma vez que a chuva Rut parou, ele continuou sua caminhada. Quando encontraram Bret, eles se saudaram cordialmente, mas cada um retomou seus caminhos. Ruth estava pensando que Bret acreditava que carregar essa casa a um custo era algo tedioso, ele não gostaria de estar atado a nada, ele preferia a liberdade, para poder caminhar e apreciar tudo sem nenhum tipo de gravata. Por seu lado, ao mesmo tempo, Bret pensou que não ficaria confiante de que ele não poderia estar sem a concha dele, que ele não entendeu como Ruth poderia viver dessa maneira. Nem pode entender nem se colocar nos sapatos do outro. Mas ambos são respeitados e vivem juntos sendo diferentes. Eles se sentem únicos que gostam do que são sem se julgarem. Eles são felizes a cada um à sua maneira.
-Diversidade – disse Ruth.
Diversidade, pensou Bret.

___________________________________________________________________________

 

email

Literatura infantil – Escritor Uruguaio